Parashat Vaiechi

Retirado do livro Ideas de Bereshit, dos rabinos Isaak Sakkal e Natan Menashe.

Bênção aos filhos de Yosef

Na vida de Iaacov há muitos anjos, e temos que analisar a natureza dos mesmos. Em todos os casos em que são citados, diz-se que são Malachei Elokim (Anjos de De’s) enquanto que com Hagar, a concubina de Abraão, diz Malach HaShem (Anjo do Eterno). Porquê?

A primeira vez que Iaacov os viu foi quando sonhou com a escada pela qual os anjos subiam e desciam.

A segunda vez foi em casa de Labão. Iaacov diz às suas mulheres que um anjo de De’s lhe apareceu em sonhos (apesar de que quando a Torá nos fala do acontecimento não nos diz que foi um anjo mas sim De’s quem falou com ele).

A terceira vez foi quando regressou de Jaran, antes de entrar na terra de Canaã, quando se encontrou com um grupo de anjos e chamou ao lugar “acampamento de anjos”.

A quarta vez foi antes de se encontrar com Esaú, quando lutou contra um anjo.

E a quinta vez é esta, quando é ele que apela ao anjo que o redimiu de todo o mal.

Vemos que toda a vida de Iaacov está rodeada de anjos.

O termo MALACH (anjo) em hebraico, provém da palavra MELACHA (obra), e é assim porque é o anjo que realiza a tarefa que De’s lhe encomenda. É por isso que veremos que Iaacov envia MALACHIM ao seu irmão, quer dizer, mandou pessoas que façam o que ele lhes ordenou.

Sempre que De’s promete algo a Iaacov de forma particular utiliza o nome Elokim, e quando se refere a algo que prometeu aos patriarcas, Abraão ou Isaac, utiliza o nome HaShem — O Eterno, porque se trata de uma promessa incondicional, enquanto que as promessas que De’s faz a Iaacov dependem da atitude de Iaacov. Quer dizer, quando utiliza o Shem HaShem trata-se de uma promessa absoluta, que não depende de nada.

De’s tinha prometido a Iaacov que ia estar com ele, que o ia proteger e que o ia fazer regressar em paz à terra de Canaã. Vemos que os anjos de De’s encarregam-se de que assim seja. Protegem-no quando Labão quer aproveitar-se dele; é por isso que em sonhos dizem a Iaacov de que cor vai ser a cria de gado que vai nascer, e também em sonhos dizem a Labão que não faça mal a Iaacov.

Ao regressar a terra de Canaã, os anjos de De’s aparecem novamente a Iaacov e ele chama a esse lugar Machanaim.
De’s cumpre o que disse. Esteve com ele, protegeu-o em casa de Labão e trá-lo de volta à terra de Israel.

Inclusivamente o anjo que vem para lutar com Iaacov acaba por dar-lhe uma bênção e reconfortá-lo: que esteja tranquilo, nada de mal se passará, e dá-lhe o nome Israel.

De’s protege Iaacov através dos seus anjos, que são os que cumprem a Sua vontade.

Por tudo isto, não é de espantar que Iaacov resuma a sua vida dizendo: “O anjo que me protegeu de todo o mal”, o que quer dizer: “De’s, que me protegeu através dos Anjos”. É óbvio que Iaacov não está a rezar ao anjo, mas sim a De’s, pedindo-lhe que o anjo que o protegeu a ele proteja os filhos de Yosef.

One thought on “Parashat Vaiechi”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.